Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Estrelas

O principe e a princesa que vieram iluminar a nossa vida

As Nossas Estrelas

O principe e a princesa que vieram iluminar a nossa vida

02
Dez07

Um dia calmo

A Nossa Estrela

Conforme era esperado o dia de hoje foi muito calminho.  De manhã ficamos na caminha até mais tarde e depois fomos ver o filme que fizemos da festinha de Natal, o Príncipe adorou ver e reparei que na altura das palmas ficou muito contente com um sorriso de orelha a orelha, temos artista.

À tarde compras de supermercado e por fim fomos ajudar os avós de Lisboa a comprar móveis para a casa nova deles. Vão mudar de casa mas vão continuar pertinho (ainda bem, a mamã agradece).

Como o Príncipe não dormiu a sesta, depois de jantar foi "tiro e queda". Amanhã é uma nova semana.

 

Vou agora deixar aqui um poema que gosto muito e que nas alturas menos boas me ajuda. Deixo-o principalmente para as/os meninas/os que nesta época festiva se recordam daqueles familiares muito queridos que "já partiram" e/ou daquele filhote que tarda em chegar.

 

Uma noite eu tive um sonho.

Sonhei que estava a andar na praia com o Senhor
e a minha frente, passavam cenas da minha vida.

Para cada cena que se passava, percebi que eram deixados
dois pares de pegadas na areia;
Um era meu e o outro do Senhor.

Quando a última cena da minha vida passou
Diante de nós, olhei para trás, para as pegadas
Na areia e notei que muitas vezes, no caminho da
Minha vida havia apenas um par de pegadas na areia.

Notei também, que isso aconteceu nos momentos
Mais difíceis e angustiosos da minha vida.

Isso entristeceu-me muito, e perguntei
Então ao Senhor.
" Senhor, Tu disseste me que, uma vez
que eu resolvi seguir Te, Tu andarias sempre
comigo, Durante a minha caminhada , notei que
nos momentos mais Difíceis da minha vida
havia apenas um par de pegadas na areia.
Não compreendo porque nas horas que mais
necessitava de Ti,Tu me deixastes."

O Senhor respondeu me:
"- Meu Irmão. Eu Amo te e
jamais te deixaria nas horas da tua prova
e do teu sofrimento.
Quando vistes na areia, apenas um par
de pegadas, foi exactamente aí que EU,
Te carreguei nos braços..."

 

Beijinhos Grandes

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.