Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Estrelas

O principe e a princesa que vieram iluminar a nossa vida

As Nossas Estrelas

O principe e a princesa que vieram iluminar a nossa vida

28
Mai08

Inicio de mais uma viagem...

A Nossa Estrela

...pelo mundo da infertilidade!

 

Hoje fomos à consulta com o Dr. Joaquim Nunes na Clifer, ele é um querido de tal forma que parecia que estávamos os três num café em amena cavaqueira.

 

Depois de lhe relembrarmos a nossa história o veredicto dele foi o de iniciarmos um tratamento (FIV) isto porque a causa da nossa infertilidade é ideopática (sem causa), eu já tenho 37 anos e já consegui uma gravidez com um tratamento igual, por isso, não temos tempo a perder e hoje mesmo começo a tomar a pílula. Sei que parece um contra censo, mas de facto é necessário tomar a pílula para controlar a vinda do nosso "amigo" Mr. Red.

 

Neste momento sinto-me bem, o espírito com que encaro este tratamento é completamente diferente daquele que tinha quando fiz a primeira FIV, há mais de 4 anos, principalmente porque já tenho um filho. Não sei qual o resultado que as "amigas" hormonas irão ter sobre mim, mas espero encarar este tratamento de uma forma descontraída, vamos lá ver...

 

Já decidimos (eu e o maridão) que se este tratamento não resultar, encerramos o capitulo. A idade vai avançando e como é óbvio, o facto de já termos o nosso Príncipe torna as coisas diferentes.

 

Sinto-me com um misto de sensações, se por um lado estou super optimista (se calhar até demais), por outro acho que as histórias não se repetem duas vezes e as hipóteses de um positivo são baixas, se calhar até já me darei por feliz se conseguir pelo menos "congelar" alguns embriões para depois fazer uma TEC.

 

A dieta pode continuar, confirmei com o Dr. e o ginásio também, só nos dois dias posteriores à transferência e provavelmente até fazer a BetaHCG terei que interromper as aulas de step e aeróbica, esperemos que seja até por nove meses...

 

E pronto...vamos iniciar um tratamento que esperemos nos traga um/a mano/a para o Príncipe, se tal não acontecer, vou ficar triste, desiludida, mas tenho que me erguer e lembrar que já tenho um filho maravilhoso que me realiza e muito como Mãe!

 

Beijinhos a todos/as e espero que fiquem a torcer por nós

Sandra

14 comentários

Comentar post

Pág. 1/2